sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Esposa Bunduda Deliciosa Nua 2


3 comentários:

  1. Boa demais ! Já peguei, lá, em Grumari( primeiras fotos), uma gostosona dando para dois no meio do mato. Era garotão e estava de férias indo parar lá, numa segunda feira, com o meu Passat LS 1981. Década de 1980. O ano, acho, 1984. Estava atrás de onda mas o mar estava calmo. De uma distância pequena, vi dois caras chegarem com uma loira muito da gostosa. Conversavam muito, caiam na gargalhada. A loira estava bem queimada de praia e era cheia de curvas, nos lugares certos. Notei que um homem ficava mais perto dela. O outro, um mulato forte, conversava agitado com o outro fumando e rindo. Ela deitou-se na toalha, de bruços e de frente. Tinha uma bela bunda. Naqueles anos, onde a gostosa da foto está pedindo carona para ninguém, não tinha esta estrada. Era de asfalto, toda esburacada. Não tinha estes paus encravados onde a boazuda está sentada. Tão vendo aquele morro, onde a boazuda parece olhar ? Bom, os caras tinham levado um isopor e pareciam beber cerveja. Comeram uns sanduíches. Entrei no mar e peguei umas ondinhas de merda e fiquei olhando para eles. Saí e sentei-me no mesmo lugar. O cara que estava mais próximo da loira foi para o mar e a loira, logo depois, seguiu-o. O mulato forte olhou com olhar mau para o rabo dela. O casal, então, saiu do mar e veio conversando passando por mim. A mulher era um tesão ! Uma bunda de Enoli Lara - na melhor época dela - só que numa loira( falsa). Biquíni da moda na época. Asa delta virando fio dental. Conversavam e foram longe, voltaram e foram bater um papo com o mulato. Depois, todos se levantaram e foram para o carro.

    ResponderExcluir
  2. Aquele morro, para onde a boazuda da foto, sentada no pau, parece olhar. O carro fez a manobra, um Monza Hatch, e seguiu como se saísse de Grumari na direção da Barra da Tijuca. Pensei em estar sozinho lá e resolvi ir embora. Peguei o meu carro, uns quinze minuto depois, e fiz o mesmo caminho., logo depois da curva da foto, da para ver a subida em direção à Barra, o Monza estava estacionado e vi só o mulato entrando na mata, na direção do morro. O google maps mostra bem o lugar. Naquele tempo, era mato puro ! Bateu curiosidade no ex-garotão aqui. Parei o carro mais a frente. E entrei pelo mato por onde o mulato entrou. Cheguei pelo lado esquerdo de um alagado e do outro lado, os caras na maior sacanagem ! Comiam a loira de tudo quanto é jeito. Revezavam com ela de perna bem aberta enquanto o que saía dava lugar ao outro na boca ! Depois ela ficou de quatro e mais putaria e revezamento ! Botei o pau para fora e comecei uma boa bronha ! O mulato tinha uma pau enorme ! O único a beijar a loira era o outro. Enquanto o mulato fodia ela de quatro, o cara dava beijos de língua nela. O sol se pondo e vi brilhar, na mão esquerda do sujeito, o anel de ouro. Comecei a procurar na mão dela mas só vi quando eles foram mudar de posição. Ficaram de pé e conversaram. Vi o anel na mão esquerda dela ! Mesmo assim, poderia ser mulher de outro e o cara casado com outra. Nunca saberemos. Numa bermuda, tiraram algo dela. Uma espécie de bisnaga. O marido(?) passou no pau o conteúdo da bisnaga e ela voltou a posição de 'cadelinha'. Virada de frente, como se me olhasse, na minha direção ! Me escondi mais ! Estava com medo de cobra, lagarto, aranha e tudo mais ! Mas fiquei deitado atrás de uns arbustos. Ela ficou esperando e o 'marido' foi lá e créu ! deu para ouvir: " Ai, porra ! Vai devagar, seu corno "!, disse ela e ele, com olhar de tarado, segurou-a pela cintura e começou devagar. Ela fazia cara de dor de olho fechados. O mulato do pau enorme olhava, com o pinto dele apontando para baixo mas ainda duro. Foi um dos primeiros caras usando o visual ' cabelo de mendigo' que vi. O sujeito começo a foder forte e ela gemer. O pinto do 'marido' era de tamanho normal. A cena era de não piscar. A bunda dela era bem grande, de quatro então, via a cabeça dela, pequena em relação ao rabão, logo atrás. E o cara fodendo a bunda dela. Aí eu acho que ele gozou. Não deram tempo para ela. O mulato assumiu a posição e entrou rasgando. " Pára ! Pára " !, não adiantou gritar. O mulato não deu chance. Ela tentou sair dele mas ele ia atrás dando tapas na bunda dela e segurando-a pelo cabelo. O outro, vendo a curra, foi no cara e o mulato acertou o sujeito bem no queixo derrubando-o na hora ! Ele fodia com força e a loira chorava e eledava topas no rabo dela e segurava a loira pelos cabelos ! " Não foge, não, porra ! Fica quieta, potranca piranha ! Bunda gostosa "!, dizia bem alto nos ouvidos dela. Ela começou a aceitá-lo. Já exibia uns sorrisos. As estocadas eram fortes fazendo com que ela fosse para frente e para trás. Os cabelos iam e vinham. O bundão se abria para os lados quando o mulato investia com força nela. No final, o mulatão deu um urro e esporrou bufando, segurando-a pela cintura. Tirou o pau de dentro dela e foi até o 'marido' desmaiado. Ela também. Falavam alguma coisa. Acordaram o cara e vestiram ele. O sujeito estava tonto e o mulato segurou-o pela cintura pegando-o pelo braço. A loira se vestiu e os três saíram em direção da praia. Eu, todo picado de sei lá o quê, gozei feito louco. Peguei mais uns casais e grupos fodendo por lá. Uns 15 anos não vou lá.


    HUGE 24cms

    ResponderExcluir
  3. Muito linda sua esposa adoraria que vcs me ADC meu zap 8499520731

    ResponderExcluir